5 tecnologias na gestão de pessoas que você precisa conhecer

1 ano atrás - por: Jorge Augusto Ribeiro

Compartilhe:

O uso de tecnologias na gestão de pessoas tem crescido nos últimos anos. Esse fato é explicado principalmente pelo aumento na necessidade de otimização dos processos dentro das empresas, proporcionando mais agilidade e efetividade, além do crescimento das organizações.

O RH precisa realizar várias tarefas, dentre as quais podemos citar: recrutar, selecionar e reter talentos, manter a harmonia entre colaboradores, criar ações que alinhem os objetivos da empresa com os dos funcionários. Logo, contar com tecnologias de ponta se tornou essencial para o trabalho do setor que já não pode ficar restrito ao modelo mecânico de gestão.

Por esse motivo, criamos o artigo de hoje com uma lista das 5 tecnologias modernas do mercado que prometem revolucionar o trabalho do departamento pessoal. Continue a leitura e descubra mais sobre cada uma delas!

1. Gamification

Gamification, ou gamificação, consiste em um método que utiliza a interface de jogo com intuito de realizar tarefas corporativas. Isso quer dizer que o esquema terá regras, desafios e premiações. No marketing digital, por exemplo, é utilizado como uma estratégia de aproximação e engajamento lúdico do público com a marca.

Já no RH, a gamificação pode ser implementada de acordo com as ações promovidas pelo setor. Por exemplo, cursos, treinamentos, cumprimento de metas. Assim, o colaborador vai completando essas fases e à medida que pontua, ele pode receber bônus financeiros ou outros benefícios.

O objetivo é que o funcionário interaja mais na empresa e viva uma experiência diferenciada. Os estímulos que ele receberá por meio do jogo, além dos feedbacks, mostrarão que ele pode melhorar a cada fase, ou seja, farão com que ele continue a cumprir os objetivos da organização, refletindo também em benefícios para ela: maior produtividade, desenvolvimento e alinhamento de valores.

2. IoT, como uma das tecnologias na gestão de pessoas

A internet das coisas, como também é conhecido o IoT (Internet of Things), consiste na união de atividades cotidianas e a tecnologia dos computadores. Ou seja, é uma rede de comunicação entre dispositivos, como os smartphones. Quer um exemplo mais claro? As geladeiras inteligentes podem avisar ao usuário por meio do celular sobre a falta de algum alimento.

No mundo empresarial, essa tecnologia pode ajudar os empreendimentos no controle de estoque, melhoria da logística dos setores, identificação de gaps de competências em determinadas áreas e muito mais. Já no RH, promete trazer otimização do trabalho do colaborador. Por exemplo, será possível ao gestor precisar o tempo gasto entre reuniões.

No entanto, não é só isso. Por meio das aplicações certas, o setor de recursos humanos poderá fazer controle do acesso às informações, garantindo maior segurança e também atualização constante. Ou seja, ele receberá um aviso sempre que novos dados forem acrescidos, quem o fez e para qual área são direcionados.

3. Fuel 50

Que tal um software que ajude no engajamento e retenção de pessoas dentro da empresa? Essa é a proposta do Fuel 50. O programa foi criado para as empresas que desejam visualizar o desenvolvimento dos seus colaboradores ao longo do tempo, tudo isso alinhado aos objetivos individuais.

Por meio de exercícios desafiadores, esse software ajuda os colaboradores a pensarem de maneira diferente da qual estão acostumados. São exercícios simples sobre valores, trajetória, plano de ação, entre outros. A ideia é que os profissionais realinhem os objetivos profissionais e pessoais, trazendo à tona a motivação que o fez escolher aquela carreira.

Além dos benefícios para os trabalhadores, o Fuel 50 ajuda a empresa em várias frentes. Entre as vantagens podemos citar: maior produtividade, redução nas taxas de turnover, aproveitamento maior dos talentos internos, maior assertividade na hora de planejar os treinamentos, maior abertura para conversas sobre carreira.

4. PDA

O uso de dados para obter insights sobre o negócio, o mercado e o desenvolvimento de colaboradores se tornou imprescindível. Não é à toa que várias empresas têm procurado inserir as ciências de dados, principalmente de maneira interna, pois o crescimento da empresa depende diretamente do seu capital humano.

O PDA é uma tecnologia que descreve de maneira minuciosa o perfil dos colaboradores. Ou seja, detalha sobre o seu estilo de liderança, suas competências e habilidades, nível de motivação, pontos fracos que precisam ser desenvolvidos, entre outros.

A sua assertividade é bastante alta e possibilita aos gestores a criação de ações mais eficazes que retenham os talentos na empresa, visto que o programa permite um aprofundamento no perfil.

Ele proporciona vantagens para ambas as partes. O colaborador, por exemplo, tende a ficar mais satisfeito com a corporação, pois passa por um processo em que é alocado nos cargos certos.

Por sua vez, a empresa costuma fazer investimentos mais certeiros em relação à qualificação do colaborador, o que reduz custos desnecessários, além de garantir maior efetividade nos processos de seleção, já que poderá contratar pessoas alinhadas com seus propósitos.

5. MyPDACoach

Uma grande empresa pode ter dificuldades de implementar mudanças para os seus colaboradores, se não utilizar tecnologia de ponta. O MyPDACoach visa suprir essa necessidade, especialmente na área de gestão de competências.

O programa define qual a competência que o profissional precisa desenvolver para aumentar a sua performance no cargo. O diferencial dessa tecnologia é que ela lembra os colaboradores dos desafios que precisam ser cumpridos. Ao final, o funcionário ainda contará com uma avaliação 360º, podendo melhorar dentro da empresa.

Além de ser de simples manuseamento para a empresa, o MyPDACoach ajuda a mudar comportamentos que podem ser nocivos ao negócio, proporcionando ao colaborador a chance de crescimento. Outra vantagem é que a ferramenta ajuda na aproximação entre as pessoas que trabalham, provendo uma maior interação entre elas.

Há menos de uma década, não era possível gerenciar muita coisa da área de recursos humanos, pois o acesso às tecnologias era muito restrito e as ferramentas, pouco desenvolvidas. A revolução e o investimento nas áreas de RH das empresas têm ocorrido, porque hoje existem diferentes recursos disponíveis, facilitando o trabalho dos profissionais.

E então, o que achou do nosso texto sobre as tecnologias na gestão de pessoas? Quer conhecer mais novidades sobre o assunto? Assine a nossa newsletter!

Por: Jorge Augusto Ribeiro

Head Marketing na Grou, Publicitário e feliz. É especialista em comportamento, apaixonado por inovação e amante do mundo corporativo. Acredita na combinação perfeita entre estratégias bem desenhadas e pessoas talentosas para gerar resultados.

posts do autor

Junte-se a nós e receba conteúdos e dicas incríveis para ter sucesso em seus negócios

Fale com a gente.