Como tornar o RH cada vez mais estratégico nas empresas?

1 semana atrás - por: Silvia Kirsten

Compartilhe:

Qual é a sua estratégia? Geralmente essa pergunta é feita para alguém que participa de um jogo, mas ela se aplica também no contexto corporativo. Assim como o jogador sem um plano é vencido pelos oponentes, uma empresa sem um RH estratégico não será bem-sucedida no mercado em que atua.

Qual é o valor do RH estratégico? Que ferramentas ajudam a organização e tornar essa área mais eficaz? Quais benefícios são obtidos com isso? Apresentaremos essas informações neste artigo. Confira!

Por que é importante o RH estratégico?

Um RH estratégico tem uma função muito mais ampla do que a contratação e a demissão de colaboradores. Além dessas atribuições, um setor com esse nível profissional participa do planejamento das metas da instituição.

Sendo assim, é uma área ativa, unificada a outros departamentos e atenta aos resultados obtidos pelo negócio. Para conseguir isso, o RH trabalha com metas, números e indicadores. Essa prática aprofunda o entendimento do setor, e os efeitos disso são sentidos no time do RH — uma vez que a visão dessa equipe se torna mais ampla e alinhada aos objetivos globais da instituição.

Por meio do RH estratégico é possível evitar aquele velho hábito que corrompe a excelência dos serviços internos, ou seja, a falta de direcionamento. Quer um exemplo? Talvez você já tenha presenciado a seguinte situação: o gestor de RH é surpreendido com o pedido de demissão de um colaborador. Diante disso, ele aproveita o aviso prévio desse profissional para encontrar rapidamente um novo ocupante para o cargo.

O resultado é a contratação de uma pessoa totalmente desalinhada ao perfil da organização. Em contrapartida, o RH estratégico é previdente. Antes que uma função fique em aberto, já foi feito um estudo sobre as competências necessárias para que um profissional a ocupe.

Além disso, o recrutador conhece bem as estratégias e as metas da organização, e sabe exatamente qual será o papel do profissional contratado para esse contexto. Dessa forma, cada pessoa admitida se torna uma “ferramenta” fundamental para manter as engrenagens da empresa funcionando a todo o vapor.

Contudo, quando o RH não é estratégico, existe mais um prejuízo: perda de tempo e dinheiro. Afinal, um sistema de recrutamento e seleção desajustado ocasiona o aumento:

  • do absenteísmo,

  • dos desligamentos,

  • da baixa produtividade;

  • da ausência de engajamento; e

  • de um clima interno desmotivador.

Quais ferramentas podem ajudar na construção de um RH estratégico?

Após ler o tópico anterior, você talvez chegue a conclusão de que ter um RH estratégico é uma missão árdua. É verdade que não é tão fácil assim, mas com a ajuda de dados oriundos de ferramentas digitais é possível atingir esse alvo.

Falamos anteriormente sobre a importância do RH trabalhar com métricas que direcionem e alinhem as suas estratégias às da organização, certo? Para isso, existe uma ferramenta online chamada Personal Development Analysis (PDA).

Essa tecnologia é uma poderosa aliada para iniciar e alavancar o processo de transformação do setor de RH. Como assim? Por meio do PDA, os gestores produzem métricas e indicadores de avaliação que podem ser utilizados para a gestão comportamental, como:

  • o desenvolvimento de liderança;

  • a seleção de profissionais;

  • o mapeamento de perfis comportamentais;

  • a compatibilidade entre cargos e colaboradores;

  • a equivalência de competências entre os membros de um mesmo time etc.

Com base nesses dados, o RH é retirado da posição subjetiva e passiva, avançando para uma postura bem orientada por estudos e por métricas objetivas e sólidas que atendem às necessidades do negócio.

A partir daí, outras ferramentas digitais voltadas para o setor de RH poderão ser incluídas para estruturar, de maneira consistente, as estratégias adotadas. Daremos um exemplo para ajudá-lo a entender o que pode ser alcançado com o uso da tecnologia no RH.

Normalmente, para uniformizar um time de determinada área, são contratados profissionais com perfis bem semelhantes. Essa atitude é correta e minimiza um possível “desnível” nos processos do setor.

No entanto, uma equipe com pluralidade de perfis, mas que se complementam, leva os serviços internos à excelência. No final, todos são peças-chaves para atingir as metas organizacionais.

Para materializar o que estamos falando, imagine uma equipe de recrutamento procurando profissionais para compor o setor de marketing da empresa. Qual seria a formação mais adequada para esse time? Publicidade, certo?

O que aconteceria se fossem incluídos especialistas na área de jornalismo para produzir o conteúdo das campanhas de marketing no blog das empresas e nas redes sociais? Com certeza essa função seria feita com muito mais perícia, concorda?

Por mais que um gestor de RH seja capacitado e experiente, ter esse discernimento para ver além do óbvio e conseguir sair do “preto no branco” não é tão fácil assim. Contudo, com o auxílio do PDA, esse nível de recrutamento será alcançado.

Quais são os benefícios do RH estratégico?

Até aqui, já foram citadas várias vantagens que a empresa adquire com a implantação de um RH estratégico. No entanto, podemos incluir mais algumas. São elas:

Inovação

Empresas inovadoras são mais competitivas e se tornam um chamariz para novos talentos profissionais — em especial aqueles que têm o perfil inovador. Sendo assim, com a união da tecnologia e de colaboradores talentosos, a instituição alcança rapidamente excelentes resultados para o negócio.

Integração

Quando o RH se conecta com os outros departamentos da instituição, os efeitos são surpreendentes — um deles é a agilidade na gestão dos projetos. Para aumentar o nível de conhecimento de determinada equipe, por exemplo, o RH pode auxiliar a construção de um programa de desenvolvimento eficiente.

Outra vantagem da integração é a diluição das responsabilidades, pois os dados obtidos por meio das  ferramentas digitais são compartilhados com toda a empresa. Sendo assim, a equipe inteira de colaboradores tem a oportunidade de contribuir com as metas internas.

Visão de longo alcance

O RH estratégico auxilia a empresa na construção de uma visão de longo prazo. Fazer isso envolve gerir o capital humano com sabedoria. Dessa forma, todos estarão “remando” para a mesma direção.

Definido o objetivo, o RH atuará como um instrumento que mantém a organização nos “trilhos”, ao passo que percorre todas as etapas que findarão em resultados tangíveis e bem-sucedidos.

Sendo assim, cada empresa tem em mãos um setor essencial para o seu crescimento: o RH. Quando essa área participa das decisões e das estratégias do negócio, todos os processos alcançam patamares cada vez mais altos.

Gostou de nosso conteúdo? Percebeu como tornar o RH estratégico na sua organização? Queremos ajudar você nessa tarefa. Entre em contato conosco e tenha o suporte de especialistas apaixonados pela gestão de pessoas!

Por: Silvia Kirsten

Trainer oficial da PDA International e Analista Comportamental. Psicóloga, especialista em Dinâmica dos Grupos de Personal & Professional Coach.
Experiência de 11 anos em Gestão de Pessoas. Possui expertise na elaboração e condução de programas de desenvolvimento de líderes e equipes.

posts do autor

Junte-se a nós e receba conteúdos e dicas incríveis para ter sucesso em seus negócios

Fale com a gente.