Entenda como o People Analytics impacta a gestão de pessoas

1 ano atrás - por: Redator Grou

Compartilhe:

A tecnologia tem revolucionado a gestão de pessoas o People Analytics é responsável por boa parte dessas mudanças. Com essa ferramenta é possível tomar decisões mais estratégicas, usar dados e métricas para antecipar tendências e trabalhar de forma mais eficiente as questões que envolvem o capital humano nas organizações.

Nesse sentido, o People Analytics atua nos processos de organização, coleta e análise de dados sobre o comportamento de profissionais de diversas áreas com o objetivo de contribuir para a tomada de decisão dentro da empresa.

Separamos o que de mais importante você precisa saber sobre como o People Analytics impacta a gestão de pessoas. Acompanhe!

Afinal, o que é People Analytics?

O People Analytics se refere ao uso de informações para compreender os anseios, as necessidades e o comportamento de seus funcionários. Para isso, são coletados dados de fontes diversas como metadata, redes sociais, reviews de usuários, tendências de vendas e de marketing, entre outras.

Esses dados — também chamados de data são compilados e colocados à mostra por um Data Scientist (ou, em alguns casos, por um programa de gestão), de modo que seja possível reconhecer neles os problemas e as soluções de uma determinada questão da empresa.

De acordo com Josh Bersin, pesquisador e estrategista que presta serviço à Deloitte, as principais questões que as organizações desejam solucionar são: o desempenho ruim das vendas, o baixo engajamento dos funcionários, o alto índice de turnover, a ocorrência de fraudes, e a baixa satisfação do público.

Resolver tudo isso costumava ser caro e demorado para as empresas. Nos últimos 10 anos, contudo, os dados provenientes da internet passaram a alimentar os softwares de análises de dados e tornaram o processo economicamente mais viável.

Como os dados do People Analytics impactam na gestão de pessoas?

Engana-se quem pensa que o People Analytics substitui a expertise humana na tomada de decisão dentro da área de gestão de pessoas: as estatísticas que ele proporciona guiam as ações estratégicas de RH o recrutamento, as promoções, as campanhas para redução de absenteísmo e desligamento, a melhoria do clima organizacional e outras.

O People Analytics atua como uma ferramenta para descobrir, por exemplo, o que faz com que os profissionais de uma organização estejam unidos e permaneçam na empresa, quem é mais propenso a pedir demissão e como o RH pode atuar para amadurecer a capacidade de liderança dos executivos, o atendimento ao cliente e a inovação.

No entanto, é preciso estruturar as ações e ter um planejamento sério para gerar resultados efetivos com as informações provenientes do People Analytics. O potencial dessa ferramenta pode ser usado principalmente para processos de tomada de decisão e para a elaboração de estratégias que objetivem elevar a performance da organização.

Quais são os benefícios do People Analytics?

O People Analytics tem o potencial de melhorar a eficácia da aquisição de talentos da empresa, de determinar as qualificações do cargo para cada função e de medir o desempenho potencial dos candidatos pré-contratados para posições em aberto, por exemplo.

Outros benefícios para o recrutamento incluem:

  • a redução do tempo de contratação;

  • o aumento da qualidade das contratações;

  • a coleta de dados que podem ser usados para aumentar o desempenho geral do público interno e, consequentemente, da organização.

Embora a maioria das empresas já reconheça a necessidade e o valor de usar o People Analytics, apenas algumas delas realmente têm investido nessa área. Assim, essa lacuna entre o desejo e a implementação representa uma grande oportunidade de obter uma vantagem competitiva para a sua empresa.

Lembre-se: vencer os seus concorrentes quando se trata de atrair, contratar e manter os melhores profissionais está se tornando cada vez mais urgente no mercado atual.

Como implantar o People Analytics na sua empresa?

Adote uma ferramenta e busque treinamento

Em geral, gestores de RH têm receio de utilizar ferramentas analíticas. Isso se deve à falta de conhecimento sobre como operar o sistema e lidar com os dados ou pela falta de entendimento da importância dessas informações.

Ao decidir o software que você usará, é relevante assegurar-se de que todos saibam como usá-lo principalmente você , envolver a equipe em um treinamento e compartilhar com o pessoal todo o material que você conseguir sobre o assunto.

Aposte na comunicação interna para divulgar o People Analytics

Inicialmente, a implementação do People Analytics pode ter alguma resistência do público interno. Por isso, contar com a equipe de comunicação para desenvolver um plano de engajamento e envolver os colaboradores nas estratégias de implementação das ferramentas analíticas é fundamental para o sucesso da coleta dos dados.

É aconselhável que o plano de comunicação contemple esclarecimentos sobre a privacidade dos funcionários e dos clientes, por exemplo, para evitar atritos.

Identifique uma pergunta que você deseja responder

Avalie seus problemas atuais. Qual é a questão mais latente na sua empresa agora? Lembre-se de ser específico e começar aos poucos, estabelecendo um objetivo razoável.

Pense em uma questão que você está enfrentando e que os dados poderão ajudar a resolver. Com base nessa hipótese, determine o que precisa ser medido e quais dados precisam ser coletados.

Colete os dados

Com base no segundo passo, decida quais dados você deseja coletar. Use ferramentas e o software que você escolheu para garantir que os dados sejam capturados de forma padronizada.

Muitas empresas fornecedoras de softwares de People Analytics oferecem testes gratuitos ou preços reduzidos para os primeiros usuários da sua tecnologia. Esse software procurará padrões em seus dados e esse é o passo inicial para a análise das informações e da otimização da sua gestão de pessoas. Portanto, fique atento às oportunidades!

Interprete os resultados e tome medidas necessárias

Com base nos resultados da sua coleta, descubra o histórico indicado pelos seus dados e faça uma análise. Em seguida, determine quais ações podem ser tomadas de acordo com nessas informações. Implemente as ações necessárias e lembre-se de sempre acompanhar seus resultados.

Se você gostou deste artigo sobre People Analytics, baixe grátis nosso e-book “RH do futuro: conheça as tendências que vão mudar os recursos humanos”. Até breve!

Por: Redator Grou

Especialista em Recursos Humanos e Gestão de Pessoas. Ama o mundo corporativo, tecnologias e está sempre antenado as tendências de mercado.

posts do autor

Junte-se a nós e receba conteúdos e dicas incríveis para ter sucesso em seus negócios

Fale com a gente.