Valorizar o RH: entenda por que é necessário reconhecer o setor

2 anos atrás - por: Redator Grou

Compartilhe:

Valorizar o RH e o trabalho realizado pelo setor é essencial para o desenvolvimento da estratégia de uma empresa, bem como para o manuseio das atividades centradas no colaborador.

Com a globalização e a mudança dos perfis profissionais, onde as pessoas possuem um grau de informação maior que as gerações anteriores e estão dispostas a trocar de trabalho em busca de novas experiências, não faz mais sentido ignorar a importância de uma boa gestão de Recursos Humanos.

Contudo, o RH ainda é percebido como um setor apagado na maioria das organizações. Valorizar o RH dentro da empresa significa oferecer autonomia para a definição de políticas e estratégias de gestão de pessoas que possam realmente criar vantagens competitivas para o negócio.

Afinal, de nada adianta ter um departamento que cumpre obrigações trabalhistas à risca, mas que não gera valor para as pessoas e, consequentemente, para a organização. Atualmente, quem insiste no velho estilo de agir econômico, visando o lucro a qualquer custo, está pondo em risco a sobrevivência do próprio negócio.

Nesse sentido, reconhecer a importância da área de RH é um caminho para alcançar melhores resultados. Para ajudar você, no post de hoje, separamos os principais motivos pelos quais você deve reconhecer e valorizar o RH da sua empresa. Vamos lá?

1. Satisfação do colaborador

Especialistas em Recursos Humanos são os responsáveis por determinar o nível de satisfação dos colaboradores, por meio de pesquisas cuidadosamente planejadas e voltadas para as pessoas, grupos específicos e uma estratégia de entrevista de desligamento do colaborador.

A partir dessas ferramentas, o RH determina o que está por trás da insatisfação dos funcionários. A equipe, então, aborda essas questões para implementar melhorias, revertendo o quadro para conquistar colaboradores mais felizes e realizados.

2. Valorização das pessoas

Uma equipe interna ou um especialista em Recursos Humanos aumenta a compreensão de como as pessoas são importantes para a saúde do negócio. São as pessoas que movem a empresa, e não as máquinas.

Portanto, sensibilizar o público interno para essa questão, focando principalmente em alcançar a alta direção, é um dos primeiros passos para a abertura da cultura organizacional e para o fortalecimento das políticas de RH.

3. Controle de orçamento

Os funcionários de Recursos Humanos ajudam a limitar gastos excessivos com o desenvolvimento de métodos para reduzir os custos com gestão de pessoas. Isso inclui a negociação de melhores taxas de benefícios, como a cobertura de cuidados com a saúde.

Além disso, o RH assegura uma fixação salarial competitiva e realista com base no estudo do mercado de trabalho, tendências de emprego e análise salarial baseada em funções de cada colaborador. Como algumas organizações têm restrições orçamentárias, essa função do departamento é especialmente relevante.

4. Alinhamento com a estratégia da empresa

Todas as decisões de uma organização envolvem pessoas. Então, o RH é responsável e deve estar presente em todas as ações estratégicas, elevando o assunto de gestão de pessoas, levantando prioridades e, consequentemente, melhorando a qualidade de vida no trabalho, níveis de satisfação, engajamento e produtividade.

5. Treinamento e desenvolvimento

O setor de Recursos Humanos é o responsável por realizar avaliações das necessidades para a força de trabalho atual da organização e, assim, determinar de qual tipo de treinamento de habilidades e desenvolvimento os colaboradores mais necessitam.

As empresas nas fases iniciais e de crescimento, em particular, podem se beneficiar da identificação das necessidades de treinamento do pessoal. A medida é mais econômica do que o custo de contratar colaboradores adicionais ou mais candidatos qualificados.

Além disso, a estratégia também pode reduzir o volume de retrabalho e melhorar a retenção de talentos, atuando diretamente na satisfação e na produtividade da equipe.

6. Redução de custos

O custo para contratar novos colaboradores e treiná-los pode ser exorbitante para os empregadores. Com um processo de recrutamento e seleção bem construído, o trabalho do setor de Recursos Humanos pode minimizar as despesas com anúncios publicitários, formar novos funcionários e inscrever novos colaboradores em planos de benefícios.

7. Melhoria do desempenho

O desenvolvimento dos sistemas de gestão de desempenho é responsabilidade do RH. Sem um profissional de Recursos Humanos para construir um plano que meça o desempenho, os funcionários podem encontrar-se em cargos que não são adequados para suas habilidades e conhecimentos.

Além disso, se não houver esse controle, um funcionário pode continuar na folha de pagamento mesmo apresentando desempenho abaixo das suas expectativas, desperdiçando o dinheiro da organização.

8. Sustentabilidade do negócio

Por meio do planejamento sucessório desenvolvimento pelo departamento de Recursos Humanos, a empresa identifica os funcionários que têm potencial para exercer cargos de liderança. Essa é uma função importante, pois pode garantir a estabilidade da empresa e seu sucesso futuro.

9. Imagem corporativa

As empresas querem ser conhecidas como o “empregador de escolha”, ou seja, respeitadas e lembradas pela forma como tratam os funcionários. É nesses lugares que as pessoas querem trabalhar.

Ser considerado um empregador de escolha significa ter os melhores e mais qualificados profissionais dispostos a trabalhar na sua empresa e, assim, fazê-la crescer cada vez mais.

10. Alinhamento de valores

O RH garante que a força de trabalho abrace os valores da empresa e os princípios do negócio. A primeira oportunidade que o setor tem para isso é ao tomar decisões contratações sábias, que identificam traços profissionais desejáveis, e o fomento de programas de orientação, que podem acontecer com treinamentos, workshops e outros.

Finalmente, na medida em que os colaboradores estão conscientes de que trabalham para sua autorrealização e para gerar valor para a empresa em que trabalham, os objetivos da organização passam a ser um incentivo à produtividade.

Consequentemente, são alcançados importantes progressos no relacionamento entre empresa e colaborador. Afinal, o cotidiano das empresas vem demonstrando que a produtividade e a solidariedade entre organização e funcionário podem andar juntas.

Gostou de entender melhor como valorizar o RH é importante para a empresa como um todo? Então, agora, entre em contato com a gente para descobrir como podemos ajudar você a construir um setor forte de Recursos Humanos na sua empresa. Aproveite também para curtir nossa página no LinkedIn e acompanhar todas as nossas novidades!

Por: Redator Grou

Especialista em Recursos Humanos e Gestão de Pessoas. Ama o mundo corporativo, tecnologias e está sempre antenado as tendências de mercado.

posts do autor

Junte-se a nós e receba conteúdos e dicas incríveis para ter sucesso em seus negócios

Fale com a gente.