Entenda a importância do employer branding para as empresas

3 meses atrás - por: Fernanda Fuhrmeister

Compartilhe:

No atual mundo corporativo, muitas empresas disputam por visibilidade. Para conseguir isso, elas investem em tecnologias para elevar o seu desempenho e atrair bons lucros. Porém, existe um aspecto que não pode ser ignorado para que a empresa apareça positivamente no universo empresarial: o employer branding.

Talvez você já tenha ouvido ou lido sobre esse conceito, mas conseguiu entender o que ele significa e quais são os benefícios dele para a sua empresa? Para esclarecer melhor esse assunto, produzimos este artigo. Acompanhe!

O que é employer branding?

Dito de maneira simples, o employer branding é uma estratégia que tem como finalidade construir e manter uma imagem positiva da instituição no mundo empresarial.

No entanto, o intuito desse método é atingir os colaboradores do negócio, não os clientes finais ou a concorrência. Evidentemente, se a empresa é amada por seus funcionários, esses prestarão um excelente serviço, e o efeito disso será sentido tanto no público-alvo quanto nas organizações.

Esse processo envolve todos os setores da empresa, de modo que para ser bem-sucedido, precisa ser direcionado por um RH estratégico. Com o tempo, os resultados dessa prática aparecerão, pois esse é um projeto de longo prazo. Para ter sucesso nele, a instituição precisa definir e entender os seus valores internos, pois esses servirão de base para a estruturação do employer branding.

Qual é o valor desse processo para a empresa?

Todo ano a GTPW (Great Place to Work) premia as organizações mais cobiçadas pelos profissionais do meio empresarial. Essas instituições que se preocupam com a sua reputação perante os seus colaboradores agregam valor e credibilidade ao seu negócio. Além desses benefícios, existem outros que a empresa adquire com a melhora de sua marca empregadora. Vejamos alguns deles:

Atração de talentos

Algumas empresas gastam tempo e dinheiro na construção de um processo de recrutamento e seleção eficiente e bem estruturado. Isso é ótimo! Entretanto, esse esforço pode ser desperdiçado se os bons profissionais não demonstrarem interesse em trabalhar na instituição.

Às vezes, essa apatia é vista pelos gestores pelo ângulo da remuneração. Eles pensam que perdem talentos porque a empresa não paga um salário tão atrativo quanto o da concorrência.

Embora o honorário seja importante, ele não tem mais o peso que tinha no passado no momento em que um profissional escolhe uma empresa para trabalhar. Atualmente, a organização precisa oferecer vantagens que a façam ter uma reputação positiva. Esses benefícios podem ser: horário de trabalho flexível, um bom plano de carreira ou a política da meritocracia. São essas ações que farão a instituição se destacar entre as outras e despertar a atenção dos talentos profissionais.

Retenção de talentos

Manter um colaborador no time interno pode ser tão desafiador quanto atraí-lo. Contudo, empresas que implantam o processo de employer branding se preocupam com a retenção de talentos, e por isso, começam a cuidar de seus funcionários assim que são contratados.

Elas fazem isso por integrá-los à cultura interna da empresa. Por meio de um programa de treinamento, também conhecido como onboarding, os novos colaboradores são ensinados sobre os valores, a missão e o planejamento estratégico do negócio.

Além disso, esses profissionais passam a entender a área de atuação da empresa e qual é o papel deles dentro da instituição. Mas que impacto essa prática tem na retenção de talentos? Um dos benefícios é que o funcionário passa a sentir mais confiança na instituição.

Além disso, ele entende que caminho percorrerá em sua carreira interna, diminui a ansiedade dos primeiros dias de trabalho e tem uma boa impressão da organização. Dessa forma, ele torna-se um evangelizador da empresa, contribuindo para o employer branding da marca.

Força da marca

Sabe aquelas empresas que possuem uma marca tão forte que quando pensamos em um tipo de produto vem logo o dela na mente? Geralmente, essas organizações possuem um employer branding bem estruturado.

É por isso que não só os consumidores como também o seu time interno são encantados pela organização e tudo o que ela produz. Para conseguir esse engajamento, algumas instituições possuem um culture code. Mas o que é isso?

É simplesmente um documento que contém a história, as características, as crenças e os valores da empresa. Esse registro é disponibilizado on-line ou distribuído para os colaboradores recém-contratados.

Dessa forma, a instituição dissemina a sua imagem entre os profissionais. Por sua vez, os funcionários demonstram naturalmente o culture code nas suas interações com amigos nas redes sociais ou em conversas informais do dia a dia.

Quanto mais a empresa é citada positivamente, mais força a sua marca terá. Como resultado, ela conseguirá contratar talentos por referência ou por indicação, que são uma ótima maneira de encontrar bons profissionais.

Melhora do ambiente interno

Outro efeito positivo que o employer branding tem sobre a organização é a melhora do clima interno. Isso acontece de duas formas: pela atitude positiva que os colaboradores têm em função das práticas voltadas para a sua satisfação no trabalho e por meio dos profissionais que adentram na companhia.

Uma vez que eles foram atraídos pela reputação da empresa, esses já provaram que se identificam com a identidade do negócio. Esse comportamento homogêneo é essencial para o progresso da instituição.

Ampliação da comunicação

Para fomentar ainda mais o clima de satisfação, as organizações promovem uma comunicação aberta com a sua equipe interna. Essa prática pode ser feita por meio de reuniões, feedbacks e a rede social corporativa.

Quando a instituição escuta a voz de seus colaboradores, ela não só ganha a admiração deles como também aumenta o desempenho do seu negócio. Além disso, os colaboradores sentem-se úteis e valorizados na instituição.

Algumas empresas até premiam os funcionários que sugerem ideias inovadoras. Essas atitudes também tem um efeito externo, pois atraem os profissionais criativos que gostam de expressar a sua visão de negócios.

Sendo assim, a reputação da empresa tem muito a ver com o tipo de profissionais que comporão a equipe interna. Como vimos, quanto melhor for o conceito da organização, maior será o seu desempenho no mundo corporativo, pois terá talentos contribuindo para isso.

Gostou de nosso artigo? Percebeu a importância do employer branding para a sua empresa? Sempre produzimos conteúdos valiosos. Não perca os próximos! Assine nossa newsletter.

Por: Fernanda Fuhrmeister

Diretora de Operações na Grou, Psicóloga e empresária. Nasceu no dia de São Francisco, naturalmente protetora e apaixonada pelos animais. Sua missão é impactar positivamente as pessoas, através de seu trabalho.

posts do autor

Junte-se a nós e receba conteúdos e dicas incríveis para ter sucesso em seus negócios

Fale com a gente.