Recrutamento interno e externo: o que é melhor para minha empresa?

1 ano atrás - por: Fernanda Fuhrmeister

Compartilhe:

O recrutamento de profissionais para o preenchimento de cargos específicos dentro de uma organização pode ser feito por meio de um recrutamento interno, com os colaboradores que já fazem parte da empresa, ou externo, com a busca de pessoas de fora.

Para garantir a escolha do candidato ideal para preencher a vaga, o recrutamento e a seleção são compostos por diversos processos para conferir se os candidatos possuem as competências necessárias para desempenhar as devidas funções que a empresa precisa para alcançar seus objetivos.

Mas o que é melhor para a sua empresa? Recrutamento interno e externo? Separamos para você os prós e contras de cada um. Acompanhe.

Recrutamento Interno

O sucesso do recrutamento interno depende do momento estratégico que a instituição vive. Sendo assim, o recrutamento interno baseia-se em aproveitar os talentos já existentes na empresa e funciona como um grande fator de retenção e motivação.

Quando o processo seletivo é aberto para pessoas que já fazem parte do quadro de funcionários é preciso verificar se a organização possui algum colaborador em potencial para a oportunidade em questão. Este levantamento deve ser feito antes da divulgação das vagas, pois esta nova possibilidade pode trazer à tona uma série de episódios frustrantes entre aqueles que participam da seleção interna.

Fatores positivos do recrutamento interno:

  • Os funcionários se sentem mais valorizados;

  • Menos tempo dedicado ao processo de seleção;

  • Os candidatos selecionados já conhecem os objetivos e a cultura da empresa.

Fatores negativos do recrutamento interno:

  • Pode desanimar os colaboradores que não forem selecionados;

  • Aumenta o conservadorismo;

  • Líderes magoados pela perda de um bom funcionário;

  • Ausência de ideias novas na equipe.

Recrutamento Externo

Para a empresa, o recrutamento externo oferece mais opções de levantamento de perfil e a possibilidade de escolher aquele que melhor atenda às expectativas da vaga. Também é uma forma de gerar novas experiências na empresa.

O recrutamento externo exige técnicas diferentes de condução do processo, já que os métodos devem ser alinhados e o setor que solicita a contratação deve transmitir de forma clara qual é o perfil ideal que o candidato deve possuir. Sem o correto direcionamento dessas informações o recrutamento pode não ter sucesso.

Veja o que o recrutamento externo, aliado às ferramentas certas, pode fazer pela sua empresa:

Vantagem Competitiva

O recrutamento externo oferece à empresa contratante a possibilidade de entrar em contato com profissionais com experiência comprovada, que podem tornar o negócio mais competitivo.

Em alguns casos é até possível contratar profissionais da concorrência, o que pode ser favorável à empresa pelo fato de que ela passa a conhecer informações estratégicas sobre o mercado que não conhecia, colaborando para manter a organização à frente dos seus adversários.

Inovação para o crescimento

Profissionais contratados por recrutamento externo costumam se dispor mais a questionar a maneira como a organização enxerga algumas áreas dos seus negócios.

Este detalhe pode ser uma boa oportunidade para a liderança reavaliar algumas das práticas da empresa e incentivar a reformulação e o crescimento do próprio negócio.

Experiência que faz a diferença

Apesar de as empresas terem conhecimento de que provavelmente terão de pagar salários mais elevados para manter profissionais mais experientes e qualificados em seu quadro de funcionários, elas sabem também que vão evitar despesas adicionais com a formação e desenvolvimento de colaboradores para a nova função.

Profissionais mais experientes apresentam resultados de desempenho em um curto prazo. Eles já têm formação dada anteriormente pela antiga empresa e poderão rapidamente somar ao desenvolvimento do seu negócio.

Fatores positivos do recrutamento externo:

  • Formas diferentes de abordar as práticas internas;

  • Novas pessoas trazem novas ideias e soluções para a empresa;

  • Aumenta o capital intelectual com experiências que fogem à rotina atual;

  • Maior interação da empresa com o mercado de trabalho.

Fatores negativos do recrutamento externo:

  • Pode interferir na motivação das pessoas que já fazem parte da empresa quando as oportunidades não são oferecidas a elas.

  • Maior investimento em treinamento, já que o profissional não está ambientado com a cultura da empresa e precisa de tempo para absorver as informações e a cultura da organização.

Separamos para você algumas ferramentas que proporcionam maior sucesso na escolha dos candidatos certos para as vagas. Estas ferramentas são:

Fuel50

O Fuel50 é um software de plano de carreira que possibilita que as empresas tenham uma visão de futuro em relação ao desenvolvimento dos profissionais que estão na organização. Ele tem como objetivo atrair e reter os melhores profissionais e, ao mesmo tempo, otimizar o engajamento e a produtividade.

Além disso, o programa auxilia no planejamento de sucessão e no alinhamento dos valores da empresa com os de seus funcionários.

PDA

O Personal Development Analysis (PDA) é um software em que é possível detalhar de forma objetiva o perfil ideal pretendido para a ocupação de uma vaga ao descrever as principais competências que devem ser desenvolvidas, como o estilo de liderança, o estilo de tomada de decisões, habilidades de negociação e até fatores motivacionais.

Também possibilita avaliar as demandas de comportamento de um cargo e gerar afinidades detalhadas que vão descrever os pontos fortes e eventuais fragilidades do profissional em relação à posição que almeja.

O PDA garante a efetividade dos processos de seleção em até 75% e aumenta a performance das pessoas, pois proporciona o aproveitamento máximo do potencial dos funcionários e reduz a rotatividade entre 20% e 50%.

MPC 

MyPDACoach (MPC) é um acelerador de mudanças utilizado por meio de uma plataforma online de desenvolvimento comportamental e individual. A partir das informações geradas pela Análise de Perfil PDA, o programa MyPDACoach auxilia a definir uma competência que deve ser desenvolvida e assim pode formular ações para dar início ao processo, que dura 06 (seis) semanas.

Questionário de resiliência

O Questionário de Resiliência está concentrado nas características de padrões de pensamento de cada pessoa, suas preferências e comportamentos que interferem na sua capacidade de responder de forma positiva às adversidades e desafios da vida.

A ferramenta Questionário de Resiliência tem como objetivo o desenvolvimento individual, dando informações sobre como cada componente de “perfil de resiliência” de uma pessoa pode ser desenvolvido, em vez de avaliar se uma pessoa é resiliente ou não.

Hora de decidir: recrutamento interno ou externo?

Para obter sucesso no recrutamento a empresa deve avaliar qual é a melhor solução para cada vaga ofertada. Mas lembre-se: não há uma regra para definir isto, cada caso exigirá uma estratégia específica.

Se você gostou deste post sobre recrutamento interno e externo, então você também vai curtir nosso e-book sobre as tendências do RH do futuro. Baixe aqui.

 

Por: Fernanda Fuhrmeister

Diretora de Customer Success na Grou, psicóloga e empresária. Sua missão é impactar positivamente pessoas e empresas através de tecnologias inovadoras para Gestão de Pessoas.

posts do autor

Junte-se a nós e receba conteúdos e dicas incríveis para ter sucesso em seus negócios

Fale com a gente.