Transformação digital nas empresas: como torná-la parte da cultura

4 semanas atrás - por: Carolina Fuhrmeister

Compartilhe:

Se as pessoas vivem a transformação digital intensamente em suas vidas pessoais, por que as organizações em que trabalham ainda são analógicas? Já pensou nisso? A barreira para a transformação digital nas empresas pode estar na cultura interna.

Os processos de negócios estão migrando rapidamente para o ambiente virtual, para que a experiência dos usuários internos e externos se torne ágil, objetiva e proveitosa. Em função disso, os recursos tecnológicos mais avançados estão sendo agregados ao mundo corporativo para proporcionar melhores resultados. Não acompanhar essa tendência é fugir da realidade.

A transformação digital nas empresas de vanguarda está a todo o vapor, e você não quer que o seu negócio fique para trás, não é mesmo? Para implementar a cultura digital no dia a dia da sua organização, leia este post com a máxima atenção e coloque em prática as nossas dicas imediatamente.

O que é transformação digital?

Transformação digital é a associação de recursos tecnológicos aos produtos, processos e serviços organizacionais, de modo a adicionar novas funcionalidades, simplificar as operações, automatizar tarefas, reduzir custos, ampliar a produtividade e expandir o alcance mercadológico da marca.

Qual a relação entre cultura organizacional e transformação digital?

cultura organizacional pode ser avessa a mudanças, ter segmentações departamentais que funcionam como ilhas, cujos gaps são barreiras evolutivas, ou sofrer de miopia empresarial — que impede uma visão de futuro ­—, ter pouco apetite de risco, assim como estar focada somente em um nicho ou canal de negócio.

Todas essas deficiências culturais de uma empresa impedem ou limitam o campo de ação da transformação digital e precisam ser trabalhadas para alinhar as estratégias da organização rumo ao sucesso e à sustentabilidade do negócio.

Como desenvolver ações estratégicas para implantar a cultura digital na minha empresa?

A transformação digital começa na vida particular das pessoas — uso de smartphones, compras online, aplicativos para agilizar diversas tarefas —, porém, frequentemente, não se estende ao ambiente corporativo, o que pode ser um fator prejudicial para o negócio.

Desenvolver a cultura digital tem aspectos tangíveis e intangíveis a serem gerenciados e coordenados para gerar bons resultados. Entre eles, podemos citar a aquisição e incorporação de recursos tecnológicos, assim como a capacitação dos usuários no entendimento, uso e otimização da tecnologia em seu trabalho diário.

Conheça algumas boas práticas a adotar para que a transformação digital faça parte do DNA da sua empresa:

Comece de cima

A alta direção da organização precisa adquirir conhecimento sobre transformação digital para poder vislumbrar os impactos positivos e negativos da aplicação das novas tecnologias na operacionalização da empresa, e até mesmo para perceber oportunidades de mudança no seu modelo de negócio.

Dessa forma, as lideranças estarão aptas a tomar decisões bem-sucedidas, estabelecer as estratégias necessárias para agregar valor aos produtos, processos e serviços da organização, e a conduzir as equipes para alcançar essa visão pretendida.

Quebre o paradigma da hierarquia

As estruturas piramidais de hierarquia organizacional estão deveras ultrapassadas e não são compatíveis com a transversalidade da transformação digital. Cada vez mais, as equipes de trabalho precisam ser multifuncionais e não hierárquicas, para se integrarem sem qualquer tipo de barreira e gerarem resultados rápido, se valendo da inovação tecnológica.

Integre seus colaboradores

Utilize ferramentas digitais de trabalho colaborativo. Elas auxiliarão sua equipe a se engajar no ambiente tecnológico da transformação digital — interagindo com os colegas e os parceiros de negócios da sua empresa de forma transparente — e a romper com as barreiras hierárquicas, assim como perceber a transversalidade dos recursos tecnológicos atuais.

Automatize os processos organizacionais

Elimine as atividades repetitivas e que agregam pouco valor, automatizando os processos organizacionais. Assim, você libera a sua equipe para se desenvolver e usar seus esforços pessoais para aprender a lidar com novas ferramentas tecnológicas.

Além disso, eles poderão usar a criatividade para gerar ideias inovadoras para aplicar a transformação digital na melhoria dos processos, da experiência do cliente e da gestão do negócio.

Vale lembrar que uma cultura digital se consolida somente quando os hábitos e costumes relacionados às inovações tecnológicas se incorporam nas práticas diárias dos seus colaboradores — formação de um mindset digital. Sendo assim, quanto mais curta for a curva de aprendizagem, melhor.

Foque o seu cliente

Os clientes estão cada dia mais conectados a recursos tecnológicos que facilitam o consumo de produtos, a comunicação e o relacionamento com outras pessoas — físicas e jurídicas. Essa mudança comportamental tornou a vida deles mais prática e rompeu todas as barreiras geográficas que, anteriormente, limitavam as escolhas que podiam fazer.

Em função disso, a competitividade empresarial ficou ainda mais intensa. Sua empresa antes competia em nível local, porém, agora, compete em nível global.

Por esse motivo, as tecnologias digitais precisam ser incorporadas ao seu negócio para tornar a experiência do cliente nos processos de interação com a sua empresa mais ágil, eficiente, simplificada e personalizada, de modo que a jornada de compra seja mais prazerosa e os níveis de satisfação se elevem.

Sem a cultura digital, sua equipe fica privada da percepção dos movimentos de mercado, das mudanças comportamentais dos clientes e das oportunidades de negócios que podem ser desenvolvidas para prover maior continuidade e sustentabilidade para a sua organização.

Para essa finalidade, poderão ser incorporadas tecnologias como plataformas de serviço inteligentes — aplicativos responsivos —, inteligência artificial, Big Data, redes sociais, blogs com conteúdo rico e técnicas de SEO, entre outras possibilidades. Mas, para operacionalizar tudo isso, seus colaboradores precisam se engajar às ações de transformação digital.

Como vimos neste post, a transformação digital nas empresas é um processo que está mudando o cenário competitivo do mercado e promovendo a incorporação crescente de novas tecnologias aos produtos, processos e serviços das organizações. Tudo isso para alinhar as estratégias empresariais ao novo perfil comportamental dos clientes — que estão mais conectados aos ambientes digitais.

Sobretudo, a transformação digital nas empresas deve começar pelas pessoas, a partir das principais lideranças, para que ampliem seus conhecimentos e seu campo de visão acerca dos recursos tecnológicos que favorecerão a produtividade, competitividade e a sustentabilidade do negócio. Isso só é possível por meio do desenvolvimento de uma cultura digital.

Agora que você entende a relação entre a transformação digital e a cultura organizacional, assine a nossa newsletter para continuar por dentro das principais tendências que impactam a gestão de pessoas.

Por: Carolina Fuhrmeister

Diretora de Relacionamento na Grou, psicóloga de formação, empresária por vocação e apreço. Apaixonada por gente que faz!
Dinâmica e impaciente, mas com serenidade no coração. Equilibrista na gestão da vida: saúde mental e física, família (marido, filha, cachorro e gato) e propósito de carreira.

posts do autor

Junte-se a nós e receba conteúdos e dicas incríveis para ter sucesso em seus negócios

Fale com a gente.